Poucos noticiários, ou quase nenhum, revelam o que realmente ocorrem com cristãos perseguidos ao redor do mundo.

É algo que muitas vezes não é mencionado nem discutido na Igreja Livre. A Bíblia diz que – “Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa.” (Mateus 5:11) – a perseguição é encarado por Jesus Cristo como uma dádiva, uma benção àqueles que sofrem pelo Seu nome. Mas isso é um nível a ser alcançado por nós.

A perseguição é uma realidade que desconhecemos, mas que é vivido constantemente pela Igreja Perseguida em várias partes do mundo. Qual seria sua reação se um ente seu fosse assassinato, ou, você ser torturado, seqüestrado, aprisionado, etc? Pois bem... Esta é a vida que eles vivem.

A verdadeira Igreja é forjada em meio às perseguições, e justamente nestes lugares hostis ao evangelho, as boas novas de Cristo estão se alastrando como um incêndio. Nestas áreas, a igreja é próspera espiritualmente e saudáveis, os cristãos vivem as pisadas do Filho de Deus. Tudo o que eles são, e tudo o que eles têm, é atribuída a Jesus Cristo. O Espírito de Deus se move e em torno dessas pessoas de forma tremenda. Eles são verdadeiramente cheios do Espírito Santo. Isto me faz lembrar de Estevão diante de seus algozes. Mas ele (Estevão), estando cheio do Espírito Santo... E, pondo-se de joelhos, clamou com grande voz: Senhor, não lhes imputes este pecado. E, tendo dito isto, adormeceu.” (Atos 7:55-60)

Há uma diferença gritante da Igreja Livre e a Igreja Perseguida. Nós dizemos que amamos a Deus, temos a Bíblia nas mãos, mas em atitudes não obedecemos ao Deus da Bíblia, pois logo questionamos. Enquanto que, eles não podem dizer que amam a Deus, não tem a Bíblia, mas obedecem a Deus pelo o pouco que já ouviram de pregações. Eles vivem uma vida de sacrifício diário. Como está escrito: Por amor de ti somos entregues à morte todo o dia; Somos reputados como ovelhas para o matadouro” (Romanos 8:36)

E NÓS?

Será que eles não valem nossas orações? Observem o nível de perseguição que nossos irmãos na Costa do Marfim e no Iraque sofreram.

"E eles o venceram pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do seu testemunho; e não amaram as suas vidas até à morte." (Apocalipse 12:11)





2 comentários:

At 17 de junho de 2011 23:27 Márcio Mendes said...

Tenho vergonha do cristianismo que vivemos aki.
Metanóia e reforma da igreja com o ES já.

 
At 17 de junho de 2011 23:30 Professor Érick said...

Segundo conhecemos a igreja primitiva passou também por esses maus bocados, Pedro mesmo tentou incentivar aos irmãos em não cair na tentação de negar Jesus por causa da perseguição! Por isso, pergunto: Será que um de nós nos disporíamos a isso? Será que o dono da postagem também se disporia? São questões a refletirmos!!!

 

Postar um comentário

Pesquisar neste blog